Cantinho da Vitória completa dois anos comemorando alta de pacientes

Espaço já celebrou a alta de mais de mil pacientes oncológicos

André Mesquita

A Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer (LMECC) comemora neste mês de junho dois anos da criação do seu ‘Cantinho da Vitória’. O espaço acolhedor criado na Unidade I da Liga Mossoroense tem o objetivo de transmitir aos pacientes e seus familiares toda vibração e motivação ao finalizar o tratamento de radioterapia.

“É o espaço mais legal da Liga. Para nós é muito prazeroso ver a pessoa terminar todas as suas etapas de tratamento e passar pelo Cantinho da Vitória”, ressalta Paulo Henrique Monte, Presidente da LMECC.

Ao receberem alta do tratamento os pacientes podem tocar o sino da vitória, com o intuito de comemorar o início de uma nova vida, além de confraternizar com a equipe do Hospital, familiares e amigos o importante momento de conquista.

“Pensando no paciente, a equipe do Hospital criou esse local. A ideia é transmitir alegria e compartilhar esse momento importante, que é a alta. Assim, foi criado o Cantinho da Vitória. É nesse cantinho, que o paciente comemora junto a nossa equipe, familiares e amigos, tocando o sino. O soar desse sino transmite naquele momento a vitória do paciente e uma nova vida que está iniciando”, explica Robson Nogueira, Físico da LMECC.

Equipe Multidisciplinar comemora mais um alta no Cantinho da Vitória.

 

Foto: Assessoria de Comunicação - LMECC

Paciente Huguicelma Martins celebra alta no cantinho da vitória.
 
Foto: Assessoria de Comunicação - LMECC

Desde a sua criação, em junho de 2019, já passaram por ele mais de mil e cem (1.100) pacientes, que receberam alta do tratamento de radioterapia, sendo cerca de seiscentos (600) apenas no último ano. Mesmo com a pandemia do covid-19, as comemorações não deixaram de ser feitas, porém a instituição tem o cuidado de reunir apenas alguns familiares, seguindo os protocolos sanitários, com o uso de máscara e distanciamento social, mas não deixando de celebrar a conquista dos pacientes e o início de uma nova vida.

 

“Neste Cantinho, ao terminar o tratamento, o paciente vai tocar o sino juntamente com a equipe do Hospital. Ali ele está tocando o sino da vitória, que representa que ele venceu os medos, obstáculos e angustias. Além disso, também está passando aos demais pacientes energias positivas. Mostrando que quando se faz algo com fé e perseverança, consegue-se vencer os obstáculos”, frisa Liduína Monte, Assistente Social da LMECC.

Há aproximadamente um ano, a Senhora Huguicelma Martins teve a oportunidade de comemorar a conclusão de mais uma etapa do tratamento. Paciente de câncer de mama, em meados de 2020 ela finalizou mais um ciclo. Em cerca de um ano de tratamento e após passar por duas cirurgias, a paciente pôde celebrar essa conquista.

“Foram dias de luta, que só quem passa, entende o tamanho da felicidade que é chegar até aqui. Eu não perdi a fé um só momento. Continuo cada vez mais acreditando que Deus tem grandes planos para minha vida. É uma sensação de dever cumprido, de desejo realizado. A partir de agora espero tudo novo e poder viver recomeços”, comemora.

Já a Senhora Cassiana Damázio foi uma das pacientes que passou pelo espaço recentemente, já neste mês de junho de 2021. Ela iniciou tratamento na Liga Mossoroense em outubro do ano passado, quando foi diagnosticada também com câncer de mama. No início deste mês concluiu as sessões de radioterapia e celebrou a vitória com a equipe do Hospital.

“Acho muito importante por representar a nossa alta e, consequentemente, mais uma batalha vencida. É um lugar que foi muito bem decorado e a ideia realmente foi muito boa. A gente vê outras pessoas tocando e nos sentimos bem, temos mais ânimo, pra quando chegar a nossa vez”, destaca a paciente.

Para o Presidente da LMECC, o simples e aconchegante espaço é o local que a equipe tem mais prazer em ver os pacientes frequentando.

“É uma emoção grande, uma alegria imensa para todos que fazemos todo o processo para que o paciente tenha sua saúde de volta e uma alegria muito maior para o paciente, que está passando naquele momento por uma linha divisória entre seus tratamentos e ter de volta a sua saúde. Mesmo num momento de pandemia com tantas tristezas é importante mantermos esse momento de alegria e emoção para todos nós, tanto que fazemos e para os que por lá passam”, conclui Paulo Henrique Monte, Presidente da LMECC.    

Gostou? Compartilhe!