Novembro azul alerta para prevenção e conscientização do câncer de próstata

Mossoró registrou 34 óbitos desse câncer em 2018

André Mesquita

O mês de novembro é dedicado a conscientização e prevenção do câncer de próstata. Denominado novembro azul, durante todo o mês são realizadas ações no intuito de conscientizar os homens para a prevenção desse tipo de câncer, que é o segundo tipo mais comum entre eles, perdendo apenas para o câncer de pele não melanoma.

De acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), para o Brasil, estimam-se 68.220 novos casos de câncer de próstata para cada ano do biênio 2018-2019. Esses valores correspondem a um risco estimado de 66,12 casos novos a cada 100 mil homens.

Dados do Sistema de Informação de Mortalidade (Data/SUS) apontam que no ano de 2016, o Rio Grande do Norte registrou 291 óbitos em decorrência do câncer de próstata, sendo 19 mortes contabilizadas no município de Mossoró. Os urologistas recomendam que a prevenção deva ser feita a partir dos 45 anos em caso de risco elevado para o surgimento do câncer, ou seja, quando existem casos de câncer de próstata na família. Se não existem, o homem deve visitar o urologista anualmente a partir dos 50 anos e realizar o exame de toque e de PSA, principais meios para detectar a doença precocemente, quando as chances de cura são maiores e os tratamentos, menos invasiva.

“O tratamento vai depender do estágio da doença e do paciente. As opções são a radioterapia, cirurgia, hormonioterapia ou combinação entre eles. As chances de cura dependem do estágio da doença. Quanto mais cedo for diagnosticado, maiores são as chances de cura”, afirma o médico.

O câncer de próstata atinge principalmente homens mais velhos. Cerca de 6 em cada 10 casos são diagnosticados em homens com mais de 65 anos, sendo muito difícil acontecer antes dos 40 anos. A média de idade no momento do diagnóstico é de aproximadamente 66 anos.

“É importante que o paciente siga as recomendações médicas quanto aos exames de triagem, para que possa ser diagnosticado o mais cedo possível, já que não existem sintomas iniciais”, conclui o Dr. Jensen.

Tratamento do câncer

Em Mossoró, a Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer (LMECC), é referência quando se fala em tratamento oncológico. Com duas unidades de atendimento, a Liga Mossoroense é representada pelo Hospital da Solidariedade e a Casa de Saúde Santa Luzia.

A Casa de Saúde Santa Luzia é especializada no tratamento de pacientes oncológicos, oferece os serviços de quimioterapia, pronto-socorro para as intercorrências do tratamento, unidade de terapia intensiva (UTI), realização de exames e cirurgias. Está localizada na Praça Cônego Estevão Dantas, nº 282, em frente à praça dos hospitais.

 

O Hospital da Solidariedade é especializado em radioterapia e se destaca pelo atendimento multidisciplinar que conta com psicólogo, fisioterapeuta, assistente social entre outros profissionais da saúde. Está localizado na Rua Dona Isaura, nº 70, Abolição 3.

Dr. Éddio Dantas - Urologista da LMECC

Gostou? Compartilhe!

Visitante nº